Conselho Geral da IEAB faz convocação nacional de Jejum para o dia 1° de Abril

O Conselho Geral do Avivamento Bíblico na pessoa do seu Presidente, Pr. Onésimo Ferreira da Silva, está fazendo uma convocação nacional de jejum para acontecer no próximo dia 1° de abril, domingo de Páscoa, marcando assim um momento de busca e consagração à Deus e fortalecendo o tema anual de 2018: Venha o Avivamento.

” Todo avivalista deverá atender a essa convocação não como um ritual, como sendo algo forçado, mas entendendo que Deus está nos despertando para um novo tempo, tempo de sairmos da superficialidade e mergulharmos nas águas mais profundas que Ele tem para nós”. Afirmou o Pr Onésimo.

Para nos aprofundarmos ainda mais no assunto sobre jejum, o News IEAB, entrevistou o Pr. Elmer Mendes Barbosa, Diretor do Seminário da IEAB, para que ele nos falasse um pouco sobre o jejum segundo as Escrituras, ou seja, estarmos alinhados com a Palavra em nossa prática de jejuar. 

 

News IEAB– Pr Elmer, o que é jejum segundo a Bíblia?

Pr Elmer – Na Bíblia, em geral, jejuar significa ficar um tempo sem ingerir alimento ou água.  Literalmente abster-se do alimento (Ester 4: 16). No Antigo Testamento o vocábulo hebraico expressa uma “aflição a alma” quando refere-se ao jejum. A tradição judaica tinha jejum anual, por exemplo, o dia da Expiação (Lv 16: 29, 31).  Outros jejuns anuais passaram a ser observados depois do exílio (Zacarias 8: 19). O povo ainda praticava jejum individual ( 2 Sm 12: 22) e algumas vezes em grupo (Jz 20: 26). Alguns acreditavam que o jejum obtinha automaticamente a atenção de Deus, contudo, os profetas fizeram questão de esclarecer que se não fosse apoiado na conduta correta, o jejum era inútil (Is 58: 3-12; Jr 14: 11-12). No Novo Testamento, o vocábulo grego enfatiza o “ficar sem alimento”. Alguns fariseus jejuavam duas vezes por semana, conforme Lucas 18:12 o que reforça a mensagem dos profetas que apenas jejuar sem obedecer a Deus de nada serve. Quando Jesus foi questionado por qual motivo seus discípulos não jejuavam a exemplo dos discípulos de João, Jesus não falou contra o jejum, apenas disse que não era necessário naquele momento, mas que posteriormente eles haveriam de jejuar (Mt 9: 14 – 15).  Jesus jejuou na ocasião da tentação do deserto (Mt 4: 1-4) e ensinou seus discípulos a jejuar com proposito.

News IEAB Qual propósito em jejuar?

Pr Elmer:

E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, Para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.

Mateus 6: 16-18.

Eis o proposito de jejuar: Consagrar-se exclusivamente para Deus, e não para se tornarem admiráveis aos olhos dos homens.  Abster-se de alimentos por razões espirituais em oração, meditação, reverencia a Deus, em ocasiões específicas de busca pelo Senhor.

News IEAB Pastor nos dias atuais temos visto algumas práticas que estão promovendo uma verdadeira confusão na cabeça de muitas pessoas, elas jejuam coisas que elas não conseguem dá limites. Isso é  Jejum ou disciplina pessoal?

Pr Elmer – Muitos cristãos tem confundido a disciplina pessoal com o jejum. Como assim? Pessoas que comem muito doces, bebem bastante refrigerante, assistem muito a televisão ou passam horas na internet tem deixado seus hábitos ou maus hábitos por algum dia e tem falado que estão praticando o jejum. Na verdade devemos entender a disciplina como algo que sempre deveríamos ficar atentos. Cultivar bons hábitos, abandonar o que estraga nossa saúde física, psicológica e espiritual, todos estes fatores são importantes sempre, não apenas uma vez por semana ou nos dias de jejum. O jejum está dentro de uma prática totalmente diferente. Desta forma, ao jejuar, abstenha-se de alimentos. Esta prática afligirá sua estrutura física, mas fortalecerá sua vida espiritual. Deixe de tomar café, almoçar, jantar, por quanto tempo você propor, e neste dia específico, passe mais tempo com Deus em oração e meditação.

News IEABQue resultados  temos quando jejuamos?   

Pr Elmer – Mesmo que estamos jejuando por uma proposta coletiva, não podemos deixar que esta prática seja mecânica (só porque marcaram essa data) , também não podemos sair contando vantagem e dizendo para todos que estamos em jejum, buscando um status ou exibindo. Ao jejuar devemos estar preocupados em agradar a Deus, buscando adorá-lo em tudo. Devemos ter propósitos específicos no jejum. Por qual causa estamos jejuando? Barnabé e Saulo foram separados para a missão, após a igreja em adoração e jejum ouvir a voz do Espírito Santo (At  13: 1-3).Os resultados desta prática é agradar a Deus. Uma das maiores bênçãos para o cristão é entender o que Deus planejou nos céus, viver e obedecer na terra. Quando jejuamos ficamos mais dependentes de Deus, fragilizados podemos vê o poder de Deus se aperfeiçoando em nós. Enquanto jejua, ocupe-se na glória de Deus, não dê ouvidos a nada que queira te afastar da presença do Senhor, relacione com intimidade e intensidade, “e teu Pai que te vê em secreto, te recompensará”.

 

Pastor Emanuel Messias
Jornalista DRT  0315/01
Assessor de Comunicação da Comissão Executiva

Leia mais artigos relacionados
Leia mais em News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Nota de Falecimento – Ministro em Experiência Alexandro Santos Moura

É com profundo pesar que comunicamos o falecimento do Ministro em Experiência Alexandro Sa…